Cidadão Repórter

(91)985582601
Gurupá (PA), Quinta-Feira, 23 de Setembro de 2021 - 21:02
14/09/2021 as 11:03:04 | Por Da: Redação | 60
Aumenta recompensa sobre paradeiro de pistoleiro
Márcio Vaqueirinho é acusado de atirar e matar Vanusa Silva Barbosa e da filha dela Jacsiane Barbosa de Moura
Fotografo: Reprodução
Sem Legenda

recompensa para quem tiver informações fidedignas do paradeiro de Márcio Sousa Pinto, o “Márcio Vaqueirinho”, aumentou para R$ 2 mil. Márcio é acusado de ser o pistoleiro que tirou a vida da ex-secretária de turismo de Marabá, Vanusa Silva Barbosa e da filha dela Jacsiane Barbosa de Moura no final de novembro de 2020.

Márcio teria sido contratado pelo ex-marido de Vanusa, Manoel Messias Moura, o “Manelão”, para matar as duas.

"É indivíduo de alta periculosidade, está armado, transita com porte de arma de fogo ilegal, com uma arma clandestina e se as pessoas reconhecerem esse indivíduo, que atualmente está usando barba, não barba rala mas um pouco mais comprida, que entrem em contato com o Disque Denúncia", disse o delegado Tony Vargas, líder da divisão de homicídios em Marabá.

Presos acusados de matar mãe e filha em Marabá

“Manelão” foi preso no dia 25 de junho deste ano, na cidade de Teresina, no Piauí, na casa de uma namorada. Além dele também foram presas outras duas pessoas, entre elas a esposa de “Vaqueirinho”, que deu fuga para o marido. O pistoleiro também é foragido do estado do Ceará pelo crime de roubo.

A recompensa pelo paradeiro de “Vaqueirinho” será paga por informações que chegarem à central do Disque Denúncia Sudeste do Pará, através dos telefones/ whatsapp: (94) 3312-3350, (94) 98198-3350), ou pelo Aplicativo “Disque Denúncia Sudeste do Pará”, que pode ser baixado clicando aqui.

O valor só será pago após as denúncias serem averiguadas pela polícia leve a prisão de Marcio Sousa Pinto. A ONG Instituto Brasileiro de Cultura e Cidadania (IBCC) ficará responsável pelo pagamento. (Com informações de Roma News)

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil